Leaving banking for a hedge fund

Há alguns dias o E-financialcareers, um dos nossos sites preferidos de notícias, postou sobre os perigos de deixar um emprego em um banco para trabalhar em um hedge fund, contando sobre o caso de Stanislas de Caumont.

Caumont trabalhou no Credit Suisse por 9 anos, no Lehman por quase 4 anos e no Salomon Brothers por 5 anos. Quanto a sua experiência mais recente, nos últimos 5 anos, Caumont trabalhou em 5 hedge funds.


Isso me chamou a atenção quanto a como esse caso seria visto no Brasil. Uma movimentação como essa, de um hedge fund para outro e outro e outro, também seria bumpier? Acredito que sim.

Pular de galho em galho não é bem visto pelos recrutadores e passa a impressão de que não há lealdade em suas decisões. Agora, se você é um rainmaker em ascensão e a cada movimentação está pulando de uma asset pequena para uma maior em/para áreas e cargos de prestígio, o céu é o limite.

O perigo de mudar várias vezes de emprego no Mercado Financeiro