Mostrando postagens com marcador food for thought. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador food for thought. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, janeiro 03, 2018

Já viu a aposta que Warren Buffett fez sobre o nível de performance de um portfólio de fundos de fundos? 

Buffett apostou um milhão de dólares na previsão de que o S&P 500 iria performar acima do portfólio no período de 01/01/2008 a 31/12/2017.

A Protégé Partners, uma asset management, aceitou a aposta e argumentou que hedge funds podem sim proporcionar retornos superiores a fundos de índices, em vista de diversas estratégias e ativos que podem ser negociados.

Veja o argumento de Buffett abaixo:

A lot of very smart people set out to do better than average in securities markets. Call them active investors. 
Their opposites, passive investors, will by definition do about average. In aggregate their positions will more or less approximate those of an index fund. Therefore the balance of the universe—the active investors—must do about average as well. However, these investors will incur far greater costs. So, on balance, their aggregate results after these costs will be worse than those of the passive investors. 
Costs skyrocket when large annual fees, large performance fees, and active trading costs are all added to the active investor’s equation. Funds of hedge funds accentuate this cost problem because their fees are superimposed on the large fees charged by the hedge funds in which the funds of funds are invested. 
A number of smart people are involved in running hedge funds. But to a great extent their efforts are self-neutralizing, and their IQ will not overcome the costs they impose on investors. Investors, on average and over time, will do better with a low-cost index fund than with a group of funds of funds.

Até hoje o site da aposta não foi atualizado, embora o hedgie que apostou contra Buffett tenha aceitado antes do término que havia perdido a aposta (ver: Hedge Fund Manager Who Lost Bet With Buffett Sours on Long/Short EquityWhy I Lost My Bet With Warren Buffett).

Quer receber vagas de estágios de férias e outras atualizações por e-mail?

* obrigatório

A Aposta de 1 Milhão de Dólares

terça-feira, janeiro 02, 2018

Aproveitando que o tema é ano novo e objetivos de vida, quais são seus objetivos acadêmicos e profissionais para o ano de 2018? Já pensou nisso?

Estabeleça 5 objetivos dentre as duas áreas mencionadas acima. Seja específico e seja razoável. São equivalentes a alcançar a paz universal ou são doable?

Ainda, seus objetivos dependem inteiramente de você ou dependem de outras pessoas? Tome consciência disso e escreva ao lado das suas metas.

Coloque o papel com seus cinco objetivos em um local de fácil visualização e que você veja todos os dias. Porta do quarto, janela do banheiro, o que for.

Ver os seus objetivos todos os dias o fará pensar nele pelo menos uma vez a cada 24 horas. O que, espero, fará com que tomemos decisões para torná-los realidade.

Quer receber vagas de estágios de férias e outras atualizações por e-mail?

* obrigatório

Já Estabeleceu seus Objetivos de 2018?

segunda-feira, janeiro 01, 2018


Acredito que seja bem normal nos tornarmos mais pensativos e introspectivos durante a virada do ano. Há muitas expectativas relacionadas ao início de um novo ano, como se tudo o que deu errado ou que não foi feito nos últimos meses do ano anterior irá dar certo com a passagem do calendário. Enfim, divago.

Escrevo isso pois encontrei um papel onde listei, há três anos, quais seriam meus objetivos para os quatro anos à frente. Estou contente em ver que cumpri 80% das metas estabelecidas, seja por sorte ou por desígnio. Ainda tenho um ano para cumprir o restante, mas vejo que os objetivos restantes não são tão relevantes para quem eu sou neste momento. Novos objetivos abundam.

Que neste ano e nos anos seguintes vejamos os dias à frente como um novo começo, todos os dias. Lembre-se, para alguns, todo dia é segunda-feira. Tenha esse mindset e você verá que todo dia é dia de correr atrás do que almejamos. Não é numerologia ou superstições que irão guiá-lo em seu caminho, mas a sua vontade de crescer e se tornar do tamanho que sempre quis.

Quer receber vagas de estágios de férias e outras atualizações por e-mail?

* obrigatório

Reflexões de Ano Novo

sexta-feira, dezembro 01, 2017

Para o blog não ficar sem postagens, começarei a recomendar artigos e livros que me chamaram a atenção durante as últimas semanas. A maior parte deles será relacionada direta ou indiretamente a Mercado Financeiro. Dada a "validade" de notícias relacionadas a economia ou política, reservei-me ao direito de não postar sobre tais tópicos - a menos que sejam extremamente importantes.


Artigo da Capital Aberto ("Direto por inferno, sem escalas...") com um pequeno resumo sobre o livro Straight to Hell, do criador da conta @GSElevator John LeFevre. (Link do livro: Amazon)

Consequentemente, interessei-me e acabei lendo o livro do LeFevre nos intervalos livres. É um livro de memórias com passagens sobre a vida acadêmica e profissional do autor, além de diversos causos sobre models and bottles e drogas. Um ou outro conceito sobre debt syndicate e bond trading é explicado durante o livro. Arrogância dá o tom da narrativa. Para quem quer rir um pouco e conhecer o inner workings do Mercado Financeiro asiático, é uma boa pedida.

Saiu artigo novo no Leveraged Selout ("The Safest Space") depois de um bom tempo de hiato. Estilo similar ao do livro acima.

"How the jobs you don't get can change your life and make your career" - Artigo de Turney Duff, autor de The Buy Side, sobre manter contato com sua rede de networking ao longo da vida profissional e a importância da gratidão. Gostei bastante da leitura.

Alguma recomendação? Manda um recado para farialimaoasis[@]gmail.com



Quer receber vagas de estágios de férias e outras atualizações por e-mail?

* obrigatório

Leituras da Semana #1

sábado, setembro 09, 2017

 Semanas atrás li o livro "Todo dia é segunda-feira", de José Mariano Beltrame, ex-Secretário de Segurança do Rio de Janeiro.  (Link do livro: Amazon)

Além de discorrer sobre sua vida acadêmica e profissional que o levaram a atuar como Secretário de Segurança no Rio, além das suas origens que remontam a uma pequena cidadezinha no Sul, Beltrame levanta pontos importantes que chamaram a minha atenção.

É de Tolstoi a frase "Todas as famílias felizes são iguais. As infelizes o são cada uma à sua maneira", e acredito que o mesmo aconteça com aqueles que possuem paixão pelo seu trabalho.

Boa parte dos sócios que conheci, que realmente eram apaixonados pelo trabalho e pelo local onde trabalhavam, apresentavam as mesmas características.

Aquela ansiedade, aquele senso de urgência, aquela vontade de fazer acontecer, de sempre estar em movimento.

E é por isso que cito o livro do Beltrame, por nos proporcionar os trechos a seguir, que refletem muito bem uma das características buscadas nos estagiários e trainees:

Fazer parte desse time de elite exigia dedicação total, sem hora para começar nem para acabar, ligado 24 horas por dia. A gente tinha a máxima de que todo dia era segunda-feira. (José Mariano Beltrame, Todo dia é segunda-feira, loc. 764-765)

Alguns comandantes, na sexta-feira, me desejam bom fim de semana. Quem me diz isso é porque vai dar um tempo no sábado e no domingo. A capitã Pricilla nunca me desejou bom fim de semana na sexta-feira. (José Mariano Beltrame, Todo dia é segunda-feira, loc. 1323-1325)


Food for Thought | Todo dia é segunda-feira

terça-feira, junho 20, 2017

When you are a hedge fund manager, you should never care which direction the market goes. You are supposed to make money regardless of direction. You are supposed to make money no matter what happens. You can’t be beholden to the market. (James J. Cramer. Confessions of a Street Addict. pág 265. Simon & Schuster. 2002.)

Essa é uma pressão que muitos rainmakers precisam enfrentar. Não é necessário ser um gestor de um hedge fund para ter de lidar com a demanda constante por bons resultados. Você tem o colhão para suportar isso diariamente?

[Falei um pouco sobre este livro em uma postagem anterior: Recomendação de leitura | Confessions of a Street Addict]

Pressão por resultado

segunda-feira, maio 08, 2017

 Costumo repetir uma frase do Yoda (não sabia que era do Yoda, btw) quanto a tentar: do or do not, there's no try. Essa é uma frase que carrego comigo, sempre. Dar o meu melhor nas oportunidades que possuo ou que desejo possuir. Isso também significa desistir daquelas em que não é possível dar o meu máximo, seja pelas circunstâncias, seja por opção.

Entretanto, não comecei esse papo para falar que irei largar o blog ou algo do tipo, pelo contrário. Meu objetivo é permanecer postando aqui sempre que possível e impossível.

Estou abordando este tema pois percebo que há uns fatores que impedem a fruição completa de uma chance por parte de quase todos: a ignorância quanto às consequências de um bom (ou mau) proveito das oportunidades e da consequente imagem que constroem de você a partir disso & a preguiça.

Em relação ao primeiro elemento, tenha sempre em mente que somos seres que utilizamos narrativas para confortar aquilo que experienciamos. Ainda, que somos seres quase completamente centrados em nós mesmos. Não prestamos atenção nos outros, assim como não elaboramos narrativas e teorias sobre a ação de um determinado indivíduo. Quando vemos alguém fazendo besteira, basicamente rotulamo-os e deixamos por isso. Entretanto, quando se trata da gente, achamos que todos estão a par de nossa narrativa mental e que todos entenderão a nossa cagada. Não caia nessa armadilha.

Em poucas palavras: não temos bola de cristal para adivinhar a relação entre o que você fez, faz e fará, quiçá se há alguma relação. Sendo assim, não se faça de vítima ou deixe a sua vida a Deus dará. Seja comunicativo e assuma seus erros.

Quanto ao último elemento, preguiça, nada tenho a falar. A vida é sua e o custo é seu de ter preguiça​ (ou covardia) de dar a cara a tapa em busca de seus objetivos. Só há uma vida e ela está se esgotando a cada segundo.

Sobre tentar