Mostrando postagens com marcador entrevista. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador entrevista. Mostrar todas as postagens

sábado, junho 23, 2018

Leituras da Semana #23

quarta-feira, junho 20, 2018

Dica de Entrevista | O porquê

quinta-feira, março 22, 2018

O final do primeiro semestre e a metade do segundo semestre são vistos com horror e excitação pelos universitários que buscam entrar no Mercado Financeiro ou em qualquer outra indústria competitiva.

Tais períodos de tortura são resultado da divulgação e realização de dezenas de processos seletivos ao mesmo tempo. E, para variar, os processos seletivos ocorrem durante o período de provas das faculdades.

Conheço uma pessoa que foi entrevistada 5 vezes pela mesma asset durante uma semana e que, ao final de um mês, havia sido entrevistada por 30 pessoas de diversas instituições.

Essa mesma pessoa foi entrevistada por uma outra asset às 14 horas de uma sexta-feira, após ter saído correndo da universidade e, sem poder olhar para o relógio ou demonstrar que tinha outras responsabilidades on the line durante a entrevista, seria entrevistada duas horas depois em outro local da cidade por outra instituição financeira.

Eu sou essa pessoa.

O mais enervante dessa situação não é o número elevado de entrevistas ou etapas, mas a ansiedade ligada à espera da resposta de cada um dos processos seletivos.

Você quer entrar na instituição financeira dos seus sonhos, mas não quer correr o risco de ser reprovado em uma das etapas e acabar sem estágio ou emprego. E acaba se inscrevendo em vários processos, só para garantir.

Quanto à ansiedade, não há muito o que fazer. O tempo é, ao mesmo tempo, o seu amigo e o seu inimigo e a única coisa que você pode fazer é esperar.

Quanto aos diversos processos seletivos, há coisas simples que podem ser feitas.

  • Tentar marcar as etapas em datas e horários o mais distantes possíveis
  • Marcar entrevistas durante o horário de compromissos sacrificáveis (como aulas, entre outros)
  • E, por fim, sacrificar um processo seletivo para estar presente na etapa de outro. Haverá etapas em que não existem horários ou dias alternativos e uma escolha deverá ser feita.



Quer receber vagas de estágios de férias e outras atualizações por e-mail?

* obrigatório

Como manter a sanidade durante o período de recrutamento?

domingo, março 04, 2018

Acredito que esta seja a pergunta mais importante a ser feita, acompanhada pela pergunta: Você consegue demonstrar numa entrevista que possui sentimento de dono?

No Mercado Financeiro, onde se luta para ser o mais rentável, o mais rápido, o mais eficiente, o com melhor custo benefício; o sentimento de dono separa aqueles que vieram para se tornarem donos do negócio e aqueles que se juntaram à mesa apenas para participar.

Se quiser ser contratado ou receber mais rotinas e atividades que demandem responsabilidade e exposição, faça por onde, mostre seu track record e seu entusiasmo por sempre querer aprender mais.

Faça mais e reclame menos. Mesmo que a atividade seja operacional ou de pouco valor, faça-a tão bem que todos irão prestar atenção em você. O que há para ser feito tem de ser feito.

Ninguém quer ter um reclamão ou um preguiçoso em um trabalho que passa facilmente de 12 horas diárias.

Você tem sentimento de dono?

sábado, março 03, 2018

Leituras da Semana #8

sexta-feira, fevereiro 02, 2018

Por diversas vezes escrevi que aqueles que buscam estágio de férias ou estágio em instituições financeiras devem pesquisar sobre a empresa em si e sobre os seus sócios. Hoje, irei exemplificar tal pesquisa. Anteriormente encontrei a entrevista do Rogério Xavier, sócio fundador da SPX, que foi publicada pela Genial Investimentos.

Pela fala do Xavier é possível ver quais foram os elementos que o influenciaram em seu desenvolvimento profissional, assim como quais são os valores presentes na SPX e valorizados por eles.

Seguem uns trechos que acredito que sejam relevantes:

Perguntei às pessoas qual era o melhor banco de investimentos do Brasil e me disseram que era o Garantia. [...] Eles gostaram da minha história e acharam que eu estava dentro do perfil que eles buscavam. Uma pessoa disposta a trabalhar quantas horas fossem necessárias, ambiciosa, querendo ganhar muito dinheiro e ter sempre uma postura vencedora.
Eu nunca tinha trabalhado, então para mim aquele era o normal. Toda a cultura de trabalho que eu aprendi na minha vida, de disposição, dedicação, perseverança, agressividade no que você acredita, no sonho grande mesmo, tudo veio de lá. Toda a minha formação de pensamento, trading, organização, meritocracia e partnership veio deles.

Lá para o final da entrevista há a menção à importância do esporte (como já foi explicitado nesta postagem: Qual a importância dos esportes?)

Gosto de contratar pessoas que tiveram a experiência do esporte, porque eu acho que elas aguentam bem a pressão.



Quer receber vagas de estágios de férias e outras atualizações por e-mail?

* obrigatório

Como pesquisar sobre a instituição financeira

sexta-feira, janeiro 19, 2018

Interessado em trabalhar no Goldman Sachs ou em locais que compartilham dos mesmos valores e cultura? Recomendo a leitura do Our Business Principles (PDF), documento do GS com os catorze elementos que pautam sua cultura organizacional e o modo como lidam com os negócios.

Há diversas similaridades entre os Business Principles do Goldman Sachs e os valores defendidos pelo BTG Pactual, como podem ver pelas seções Cultura e Valores.

Pontos que me chamaram a atenção:

  • We have an uncompromising determination to achieve excellence in everything we undertake
  • In a service business, we know that without the best people, we cannot be the best firm
  • We stress teamwork in everything we do. While individual creativity is always encouraged, we have found that team effort often produces the best results
  • We know that the world of finance will not stand still and that complacency can lead to extinction

Em entrevistas para vagas no Mercado Financeiro, perguntas diretas sobre os valores de uma organização em questão não são comuns. O que é comum são perguntas como "Por que você deseja trabalhar na empresa XPTO?", em que espera-se que o candidato liste os pontos com os quais mais se identificou dentre os valores daquela instituição financeira, dentre outras respostas complementares.

Caso o entrevistador não consiga identificar que você pesquisou sobre a cultura do local, provavelmente ele irá repetir a pergunta, sendo mais inquisitivo ("Para você, qual é o diferencial da XPTO perante o mercado?" ou "Por que você quer trabalhar aqui e não em uma concorrente?", por exemplo).


Quer ver mais postagens sobre o Goldman Sachs no Faria Lima Oasis?

Business Principles do Goldman Sachs

quarta-feira, janeiro 17, 2018

Prezados(as), o que andou me impressionando ultimamente foi encontrar universitários em meu meio social que não sabem como, nem onde, procurar estágio. Pensei que tivesse sido um caso à parte, mas a situação repetiu-se três vezes em um curto período de tempo.

Assim sendo, como ninguém sai do Ensino Médio sabendo como montar currículos, buscar vagas de estágio e mandar bem em entrevistas, aqui vão umas dicas sobre onde procurar processos seletivos para estágio.

Primeiro, busque saber se a sua universidade possui uma plataforma online de vagas de estágio. Uma ida rápida à secretaria pode ajudá-lo com isso.
  • Pode ser que sua universidade possua uma plataforma única com vagas para universitários de todos os cursos ou uma plataforma com foco no departamento do seu curso. A segunda opção tende a ser melhor, pois tende a conter um maior número de vagas relacionadas à sua graduação.
  • Entretanto, pode ser que sua universidade não possua tal plataforma, mas não há motivo para desespero.
Universidades geralmente possuem uma central de estágios ou um mural com as últimas vagas disponíveis. Sendo assim, em segundo lugar, encontre tais locais e vigie-os como se sua vida dependesse disso. As vagas são publicadas quando você menos espera.

Em terceiro lugar, acompanhe o grupo do seu curso e entre em diversos grupos de vagas de estágio e trainee no Facebook. Esses são os locais onde estagiários e pessoas que já trabalham na empresa postam as novas vagas que surgiram.

Há, ainda, os famigerados portais de vagas de emprego. Umas indicações interessantes são:
  • 99jobs
  • Walljobs
  • Vagas.com.br
  • Cia de talentos
  • Page talent
  • Randstad
  • CIEE
Esses portais possuem diversos tipos de vagas e a minoria é voltada para o Mercado Financeiro e, mais especificamente, para o estados do RJ e de SP. Não custa tentar a sorte.

Se você já tem em mente os nomes de bancos ou boutiques de investimento, family offices, assets e etc, basta ir ao site da instituição financeira e procurar pela seção "Trabalhe conosco" ou "Carreiras". Algumas empresas possuem portais de vagas à parte, como a XP Investimentos e o Itaú Unibanco. Cabe dar uma pesquisada rápida no Google.

Logicamente, tais pontos possuem eficiência variada dependendo do local onde você mora (dentro ou fora do eixo RJ-SP). Obviamente, é muito mais fácil encontrar estágio morando na cidade do Rio de Janeiro ou de São Paulo, dada a concentração de instituições financeiras nesses locais.

Se você mora fora das capitais citadas, pode ser mais interessante enviar e-mails para as instituições financeiras próximas oferecendo-se como estagiárioestagiário de férias ou de acordo com o cargo que corresponde às suas qualificações.

Como Procurar Vagas de Estágio e de Analista

sexta-feira, janeiro 12, 2018

Bem, já falamos sobre como conseguir uma entrevista, sobre a roupa que você deve usar, sobre a característica em falta nos estagiários atuais e sobre como se diferenciar em uma dinâmica entrevista.

Entretanto, falamos pouco sobre quais perguntas podem ser feitas em uma entrevista de vaga de estágio ou de analista do Mercado Financeiro.

Seguem algumas perguntas que surgiram em minhas entrevistas ou em entrevistas de pessoas próximas a mim:

  • Conte-me sobre a sua história de vida
  • Cite uma qualidade e um defeito
  • Por que escolheu se formar no curso X? Por que a faculdade Y?
  • Por que escolheu Mercado Financeiro?
  • Como você responde sob pressão?
  • Qual foi o seu maior desafio?
  • Qual foi o último livro que você leu? Conte-me um pouco sobre ele.
  • Qual foi a última notícia de Economia que chamou a sua atenção? Conte-me sobre ela.
  • Você teve alguma influência na família para trabalhar no Mercado Financeiro?
  • Qual é a sua relação com o dinheiro? Possui alguma meta pessoal?
  • Você investe? Desde quando e em quais ativos? (Citei sobre isso na postagem Finanças Pessoais e Mercado Financeiro)
  • Fale sobre a sua vida acadêmica.
  • O que você leu sobre a nossa empresa?
  • Por que você está se candidatando para a nossa empresa? (Veja a importância desse conceito no post: Conhecer a instituição financeira é importante)
  • Quantas máquinas de lavar existem no Brasil? (e similares)
  • Faça o valuation da companhia Z.
  • Discorra sobre os efeitos da elevação/diminuição da taxa de juros sobre o Mercado de Capitais, com foco em empresas específicas listadas na bolsa de valores.
  • Qual é a sua opinião sobre o cenário eleitoral?
    • Já ouvi uma boa história sobre essa pergunta sendo feita fora do Mercado Financeiro mas por um grupo bastante renomado de empresários em 2014. Foi uma boa gargalhada.
  • A pergunta citada no post: Fail na entrevista com o Gestor


As perguntas sobre você e a sua história pessoal são as mais difíceis de surpreender por serem bastante comuns, já as com foco em Economia podem atrapalhar aqueles que cursaram Engenharia ou outros cursos que não possuem Macroeconomia e Finanças em seu currículo.

Perguntas que Podem e Vão Ser Feitas na Entrevista

sexta-feira, janeiro 05, 2018

Conhecer muito bem sobre a empresa, banco de investimento ou gestora de recursos para o qual está aplicando é extremamente importante. Como demonstrado em posts anteriores, conhecer sobre a empresa é um requisito, não um diferencial, além de demonstrar que você realmente está "comprado" na cultura da empresa.

Sendo assim, leve isso em consideração em todas as etapas, até mesmo na dinâmica em grupo. Vi um caso em que a instituição financeira criou no case em si um cenário similar ao qual enfrentou diante de uma expansão internacional. Desta maneira, a banca avaliadora pôde fazer perguntas sobre os métodos utilizados, pela própria instituição em sua expansão, para tomar conhecimento quanto aos candidatos que estavam por dentro dos feitos da instituição. Há diversas maneiras do conhecimento sobre a empresa ser avaliado, não espere que isto só irá aparecer na entrevista com os gestores.

Quer receber vagas de estágios de férias e outras atualizações por e-mail?

* obrigatório

Conhecer a instituição financeira é importante

quarta-feira, dezembro 27, 2017

Acredito que tais recomendações sejam importantes tanto para o momento da entrevista, como para a dinâmica em grupo e o início de sua carreira profissional. Retirei-as do The WetFeet Insider Guide to Goldman Sachs, que é um guia feito a partir de entrevistas com indivíduos que trabalham na empresa citada, e fiz comentários com minha experiência pessoal.

Complainers need not apply. As one insider says, When you start, there aren’t a lot of tangible metrics by which you can be evaluated. You rely on perception of your work ethic.
Como explicitado no post “Dica de entrevista | Evite reclamar”, "Se você possui uma participação acionária em uma empresa e vê que o seu empregado apenas reclama e não resolve os problemas que surgem, o mesmo começa a parecer dispensável."


Wall Street is a tightly knit community where favors aren’t forgotten and friendships last a long time.
Percebi isso enquanto buscava entrar no Mercado Financeiro. As pessoas dos locais que me entrevistaram geralmente se conheciam ou conheciam pessoas em comum. Ou, ainda, repassavam informações sobre mim e o que eu havia dito na entrevista para o próximo entrevistador ou internamente. Mentir na entrevista não é nem um pouco recomendado, visto que é muito fácil pegá-lo na mentira.


Goldman is famous for taking teamwork so seriously that it frowns on people using the first-person singular in discussing workplace efforts and accomplishments, preferring that employees, from the bottom levels to the upper echelons, use the first-person plural instead. One insider says, The ‘we’ thing.
Devido a esse peso dado ao trabalho em equipe, dinâmicas em grupo possuem uma grande importância em processos seletivos de instituições financeiras. Como a jornada de trabalho em finanças é extensa, busca-se contratar pessoas que não só trabalhem bem em equipe, gerando eficiências internas, como também sejam agradáveis e companheiras.


Quer receber vagas de estágios de férias e outras atualizações por e-mail?

* obrigatório

Goldman Sachs e a Cultura do Mercado Financeiro

quinta-feira, dezembro 21, 2017

Qual é a sua opinião sobre o Mercado Financeiro? Como você argumentaria caso alguém o criticasse por trabalhar com finanças em vez de trabalhar em áreas que contribuem com o desenvolvimento social? Por que o Mercado Financeiro remunera tão bem? Além de já ter visto esse tipo de questão em entrevistas, acredito que seja importante pensar em tais tópicos, eles sempre se fazem presentes em conversas com non-finance people.

Para entender a relevância desse questionamento, segue uma conversa entre o CEO do UBS e um central banker, como retratado no artigo "UBS chief clashes with ex-BoE deputy governor over bankers’ pay":

Sir Paul Tucker (central banker at BoE): If bankers were paid less, that would [help you to] cover your cost of capital. Why has pay not come down?
Sergio Ermotti (CEO at UBS): If you basically say banks should pay much less, and you allow other parts of the economy like big tech or shadow banking to pay whatever…it’s a competitive [market]…people made a choice to do good for society while also getting their desired level of compensation,” he said. “They are going to do something else.


Quer receber vagas de estágios de férias e outras atualizações por e-mail?

* obrigatório

Por que o Mercado Financeiro remunera tão bem?

sexta-feira, novembro 03, 2017

Deixando de lado o título relativamente clickbaity, há dicas bem interessantes no artigo "5 dicas da ciência para arrasar em uma entrevista de emprego" publicado pelo portal Na Prática.

Particularmente, fiz e faço uso das dicas de número 3 (simular a entrevista em casa), 4 (escrever um "roteiro" para a entrevista) e 5 (não mudar a rotina no dia da entrevista).

Poses de poder de acordo com Amy Cuddy

Também vejo valor na dica número 1, mas a uso de maneira diferente. Percebo que ao me sentar de maneira similar ao da segunda foto, mas sem esticar o braço e sem ficar com as pernas muito abertas, fico menos ansioso do que sentar de pernas juntas e braços cruzados. Ainda, busco fazer o mínimo de movimentos, pois percebi que ficar tamborilando com os dedos no tampo da mesa ou balançando a cadeira aumenta ainda mais a ansiedade.

Busque testar essas dicas na próxima rodada de entrevistas que você tiver.

Dicas para uma entrevista de emprego

sábado, outubro 28, 2017

Gestor: "O que está acontecendo com a taxa de juros atualmente? Conte-me o que você sabe sobre isso."
Candidato a estágio: "Está caindo."

Isso foi ocorreu em uma entrevista para um estágio em uma asset bastante conhecida do Rio de Janeiro. Pessoal, é extremamente importante ir para uma entrevista de estágio sabendo o básico das notícias atuais sobre economia e política do Brasil e do cenário internacional.

Leia o Valor Econômico mais recente, dê uma lida no Estadão e no Wall Street Journal para acompanhar as notícias relevantes do momento.

Dicas de leitura:



Fail na entrevista com o gestor #1

segunda-feira, setembro 25, 2017

 Indo na direção do que comentei no livro Approach infalível para obter entrevistas, a capacidade de diferenciação do candidato em uma entrevista é de extrema importância.

Veja isso a partir da fala de Florian Bartunek, citando um jovem que leu mais de 100 livros relacionados a Mercado Financeiro. Com absoluta certeza isto não é algo comum, mas também não é impossível.



Se você demonstrar um ponto especial, como uma boa habilidade com números, embasada de medalhas em olimpíadas de matemática ou a partir da sua experiência desde pequeno na loja de seus pais, isto já é um ponto que o diferenciará.

Se você tem uma boa dicção e é comercial, por ter trabalho como vendedor em uma loja ou por ter feito cursos de negociação quando criança e atuado nisso, isto é outro diferencial.

Sempre tente encaixar suas experiências passadas em uma ótica que proporcione um benefício ao seu possível empregador.

Para o Mercado Financeiro há diversos elementos que podem ser usados como diferenciador, como por exemplo: ter investido desde cedo, ter pais investidores que debatiam contigo os cases de investimento, ter iniciado uma start up própria, ter iniciado um negócio próprio, ter sido escoteiro, ter feito trabalho voluntário como líder, ter feito cursos extras, ter explorado um nicho específico, ter um profundo conhecimento sobre uma commoditie específica, ser interessado em um aspecto (econometria, política, macroeconomia, etc), saber programar muito bem, entre muitos outros.


Diferenciação nas entrevistas e dinâmicas

domingo, setembro 24, 2017

Que tipo de roupa usar para uma entrevista para bancos de investimento e gestoras de recursos? Camisa social, calça social e sapato social. O básico, como pode-se ver.

Deixe a camisa polo, a calça jeans e o sapatênis em casa, sério, nem pense nisso. Ver uma única pessoa de polo e calça jeans enquanto todos estão de camisa e calça social na entrevista dá angústia.

Vista-se para o emprego que você deseja ter e, sendo assim, copie o estilo dos analistas da instituição-alvo. Seguem fotos.


Blue
Blue


Roupa para entrevista no Mercado Financeiro

sexta-feira, setembro 22, 2017



Quanto a dinâmicas em grupo, aqui vão algumas dicas rápidas:
  • Não tente ser o manda chuva, lembre-se que trabalho em equipe é muito importante no MF
  • Seja objetivo em seus argumentos
  • Discorra sobre os seus argumentos de forma linear
  • Mostre os prós e os contras de cada decisão ou argumento
  • Tenha pensamento crítico
  • Trabalho em grupo, sempre

Dicas rápidas sobre dinâmicas em grupo

domingo, setembro 17, 2017

 Recentemente vi um documentário sobre a Goldman Sachs, listado nesta postagem (Filmes e séries sobre Mercado Financeiro), e dois pontos me chamaram a atenção.

O primeiro corresponde à rodada de entrevistas em seus processos seletivos para a entrada de universitários e alunos de MBA.

Os primeiros passam por uma rodada de 10 a 15 entrevistas, enquanto os últimos podem enfrentar ainda mais entrevistas. Li em um guia que um estudante de MBA enfrentou 25 horas de entrevistas no total e mesmo assim não foi aceito.

FYI, há instituições financeiras no Brasil que possuem o hábito de realizar o mesmo em seus processos seletivos. Inclusive, é a mesma que apareceu nesta postagem: Proatividade | Dica de entrevista.

O segundo ponto corresponde a um caso que ocorreu dentro da Goldman, segundo um ex-Vice Presidente. Em um ano, universitários que haviam sido selecionados no processo seletivo foram convocados a uma reunião na sede da Goldman, ao final de um feriadão de três dias.

A reunião, que deveria ter começado às 17hrs, começou apenas às 22hrs, com a passagem de uma lista de presença dentre os presentes por parte de um dos sócios do banco.

O sócio disse que isto era sobre esperar, pois na vida real um bilionário provavelmente o fará esperar durante horas e horas em seu lobby, e você não poderá ir embora até a chegada do mesmo. Aqueles que desistiram de esperar pelo sócio foram prontamente demitidos.

Se isto já ocorreu no Brasil, não tenho informações, mas é preferível não arriscar.

Goldman Sachs | Rodadas de entrevistas e Proatividade

sábado, setembro 09, 2017

 Semanas atrás li o livro "Todo dia é segunda-feira", de José Mariano Beltrame, ex-Secretário de Segurança do Rio de Janeiro.  (Link do livro: Amazon)

Além de discorrer sobre sua vida acadêmica e profissional que o levaram a atuar como Secretário de Segurança no Rio, além das suas origens que remontam a uma pequena cidadezinha no Sul, Beltrame levanta pontos importantes que chamaram a minha atenção.

É de Tolstoi a frase "Todas as famílias felizes são iguais. As infelizes o são cada uma à sua maneira", e acredito que o mesmo aconteça com aqueles que possuem paixão pelo seu trabalho.

Boa parte dos sócios que conheci, que realmente eram apaixonados pelo trabalho e pelo local onde trabalhavam, apresentavam as mesmas características.

Aquela ansiedade, aquele senso de urgência, aquela vontade de fazer acontecer, de sempre estar em movimento.

E é por isso que cito o livro do Beltrame, por nos proporcionar os trechos a seguir, que refletem muito bem uma das características buscadas nos estagiários e trainees:

Fazer parte desse time de elite exigia dedicação total, sem hora para começar nem para acabar, ligado 24 horas por dia. A gente tinha a máxima de que todo dia era segunda-feira. (José Mariano Beltrame, Todo dia é segunda-feira, loc. 764-765)

Alguns comandantes, na sexta-feira, me desejam bom fim de semana. Quem me diz isso é porque vai dar um tempo no sábado e no domingo. A capitã Pricilla nunca me desejou bom fim de semana na sexta-feira. (José Mariano Beltrame, Todo dia é segunda-feira, loc. 1323-1325)


Food for Thought | Todo dia é segunda-feira

sexta-feira, setembro 08, 2017


Vídeo bem curto em que Carlos Degas, Presidente do grupo educacional DeVry Brasil, discorre sobre o que busca nos jovens profissionais e a racionalidade por trás de suas preferências.

Essas são características que também são buscadas dentre os candidatos do Mercado Financeiro, em sua maioria. Pense nisso.

Características buscadas nos jovens profissionais